Ao lado do povo da Ucrânia, pela derrota e expulsão das tropas imperialistas de Putin!

Desde 24 de fevereiro as tropas da Rússia de Putin tentam esmagar e submeter a Ucrânia. O povo ucraniano resiste de armas na mão. A trincheira do proletariado mundial nesta guerra não pode ser outra senão ao lado do povo ucraniano, pela derrota e expulsão das tropas imperialistas do ditador russo. 

Putin esperava dominar o país em poucos dias, contando com a enorme superioridade técnica e numérica de suas Forças Armadas. Mas, a resistência do povo ucraniano, que se somou ao Exército na defesa do país, cavando trincheiras, e se armando da forma que lhe é possível, com coquetéis molotov, armas improvisadas, grupos de socorro e ajuda médica aos soldados, entre outras iniciativas, tem imposto obstáculos inesperados ao avanço das tropas russas.

Esta iniciativa revolucionária do povo ucraniano foi a resposta dada à covardia do governo burguês e pró-imperialista de Volodmir Zelenski, que, fiando-se nas promessas de apoio dos Estados Unidos e da União Europeia contra as ameaças de Putin, não organizou de forma efetiva a defesa do país, o que facilitou o avanço das tropas russas nos primeiros dias da guerra. Aqui fica demonstrado que o imperialismo da OTAN não é nenhuma garantia de defesa dos países semicolonizados do Leste da Europa, como a Ucrânia, a Polônia e outros, nem de nenhum outro país semicolonial do mundo. Os Estados Unidos e a União Europeia apenas querem manter estes países como peões táticos de seus interesses estratégicos imperialistas, enquanto aprofundam sua exploração colonial e semicolonial.

Em dois anos de pandemia do coronavírus já morreram pelo menos 6 milhões de pessoas. A crise econômica aprofunda o desemprego, a miséria e a fome do povo pobre e trabalhador em todo o planeta. Não bastasse tudo isso, os capitalistas agora trazem de volta a guerra no coração da Europa, e ameaçam com uma nova guerra mundial interimperialista. Os efeitos imediatos da guerra na Ucrânia já se fazem sentir sobre a classe trabalhadora mundial, com aumento da inflação, do desemprego, mais ataques aos direitos trabalhistas, sociais e democráticos.  

Assim, se confirmam as caracterizações de Lenin sobre a época em que vivemos, de decadência e agonia do sistema capitalista-imperialista, de agravamento do sofrimento dos povos. Época de guerras e revoluções. 

A resposta do proletariado mundial deve ser e está sendo desatar e desenvolver a luta de classes contra a classe exploradora e opressora capitalista em todos os países. Só a revolução socialista, com a expropriação da propriedade burguesa em proveito da classe trabalhadora que produz todas as riquezas, trará a paz e a prosperidade para os povos em todo o mundo. A derrota do imperialismo é a tarefa mais urgente e vital para a sobrevivência da espécie humana. 

“A crise histórica da humanidade se reduz à crise de direção do proletariado”, como afirmou Trotsky. A resistência do proletariado mundial aos ataques do imperialismo em crise, da qual neste momento se destaca a resistência armada do povo ucraniano contra as tropas de Putin, fornecem as bases objetivas para a construção de uma direção revolucionária para o proletariado mundial, a reconstrução de uma Internacional Revolucionária e Socialista. 

Com este objetivo, para as organizações, partidos e tendências que se reivindicam revolucionários, estão colocadas as seguintes tarefas, às quais o GOI se somará na medida de suas forças:

Solidariedade mundial à resistência do povo da Ucrânia! Pela derrota e expulsão das tropas imperialistas de Putin! 

Organizar brigadas internacionais de ativistas para lutar ao lado do povo ucraniano! 

Lutar contra o imperialismo dos Estados Unidos, União Europeia e Japão desenvolvendo a luta de classes em cada país em direção à revolução socialista. 

Nota do GOI – Grupo Operário Internacionalista (3/3/2022)

[Imagem: mulheres ucranianas preparam coquetéis molotov para serem usados na resistência às tropas russas]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s