Moção de apoio e solidariedade à Glenn Greenwald e sua família! Repudio a fala homofóbica e agressão de Augusto Nunes!

Augusto Nunes, ex âncora do Roda Viva, que faz parte do clã jornalístico brasileiro mais sujo e reacionário, que sempre esteve a serviço da burguesia, na manhã de hoje (07/11), durante o Programa do Pânico, na rádio Jovem Pan, atacou moralmente e fisicamente o jornalista e ativista LGBTTQI+, Glenn Greenwald, após ter sido confrontado numa discussão sobre suas declarações contra a família de Greenwald.

A fala de Augusto Nunes, ao questionar a capacidade de Greenwald e seu companheiro, o deputado do PSOL, David Miranda, de darem atenção e cuidarem de seus filhos demonstra explicitamente qual é a moral deles e a nossa.

Glenn Greenwald vem divulgando as mensagens da VazaJato pelo site The Intercept, questionando sobretudo a intervenção de Moro e dos procuradores da Lava Jato no processo que envolve Lula.

Ao colocar um questionamento moral sobre a condição de Greenwald enquanto parte de um núcleo familiar homoafetivo, ainda mais num país desigual e extremamente homofóbico como o Brasil, Augusto Nunes demonstra sua covardia e do setor que representa, que não aceita ser confrontado no debate político, e ataca toda a comunidade LGBTTQI+, mas principalmente aqueles e aquelas que se colocam em oposição a toda estrutura bolsonarista, inclusive aquela ligada à pseudo imprensa que mais parece uma agência paga a soldo pela extrema direita que hoje governa o Brasil.

Chamamos a todas as organizações de esquerda e lutadores pelos direitos humanos a repudiarem essa agressão!

Chamamos, sobretudo, a comunidade LGBTTQI+, os coletivos, ONGs e organizações de luta antiopressões a repudiar qualquer argumento homofóbico utilizado para desqualificar nossa luta contra os nossos algozes e a organizar um ato em defesa de Glenn Greenwald e contra a LGBTTQI+fobia!

É fundamental também, e uma necessidade imediata, diante das agressões, assassinatos e ataques a lideranças, ativistas, aos setores oprimidos e direitos de toda a classe trabalhadora que as centrais sindicais, partidos de esquerda, movimentos sociais e de luta contra as opressões organizem desde a base um Encontro Nacional da Classe Trabalhadora para avançarmos num plano de lutas nacional e numa Frente Única dos Trabalhadores, sem patrões, que derrote através da mobilização permanente nas ruas e lutas, seguindo os exemplos do Chile 🇨🇱 , Equador 🇪🇨, Haiti 🇭🇹, Líbano 🇱🇧, Honduras 🇭🇳 e diversos setores da classe trabalhadora em luta pelo mundo, os planos reacionários e antipovo do governo Bolsonaro, do Congresso Nacional corrupto, governos estaduais e municipais e dos patrões e de seus capangas da imprensa burguesa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s