Unidade contra a Reforma Trabalhista! Em 29/11 todos ao Congresso!

O triunvirato da CGT acaba de negociar com o governo de Macri um projeto de reforma trabalhista que corta direitos dos trabalhadores e pretende precarizar ainda mais o emprego.

O QUE MUDA COM A REFORMA?

  • Jornada de trabalho de 10 horas.
  • Acaba com a indenização do 13º salário, bônus, prêmios, etc.
  • Acaba a HORA EXTRA do banco de horas, quer dizer, se você fizer extras não lhe pagam, lhe devolvem.
  • É criado o Fundo de Interrupção do Trabalho, que é uma caixa onde cada trabalhador contribui para pagar sua própria demissão.
  • Promove contratos temporários ou sob a modalidade “autônomo”, fora do convênio.
  • – Com a reforma tributária Macri anistia impostos da patronal em troca da “anistia trabalhista”. Perdoando suas dívidas e cobrindo este rombo com o dinheiro do ANSES.

O que nos espera, aos trabalhadores, com esta reforma são mais demissões, arrocho salarial e flexibilização.

UNIDADE PARA BARRAR A REFORMA TRABALHISTA

 Este pacote de reformas que aplica o governo responde a um plano mundial de ataques e cortes de direitos da classe trabalhadora. As leis da reforma trabalhista avançam desde a Europa até a América Latina, e foram aprovadas recentemente no Brasil pelo governo Temer.

Os patrões nacionais e estrangeiros e os governos lacaios como o de Macri e Temer estão unidos para acabar com nossas conquistas. Nós, trabalhadores, devemos nos unir, sem importar ideologia política nem bandeira, para lutar contra esta ofensiva imperialista.

PLANO DE LUTA UNIFICADO DE TODOS OS SINDICATOS!

POR UM ENCONTRO SINDICAL ANTI REFORMA!

A corrente federal de Palazzo, Pablo Moyano, as CTAs, os ferroviários de Sarmiento, SUTNA, etc, chamam uma mobilização no Congresso nesta quarta-feira, 29/11, contra a Reforma Trabalhista. Saudamos esta iniciativa de luta!

Mas, não é suficiente uma greve isolada ou uma manifestação. É necessário um PLANO DE LUTA de todos os sindicatos em nível nacional para barrar as DEMISSÕES, a REFORMA TRABALHISTA, TRIBUTÁRIA e PREVIDENCIÁRIA.

Chamamos a corrente federal, a Moyano, às CTAs e aos sindicatos que querem enfrentar a reforma trabalhista a convocar um Encontro sindical ANTI REFORMA com plenárias regionais de delegados com mandatos de base de diferentes sindicatos, privados e estatais de todo o país, amplos e democráticos. Para coordenar e rodear de solidariedade cada luta. Apoiado em assembleias em cada lugar de trabalho para definir cada medida de força.

Este é o caminho para forjar a verdadeira UNIDADE do movimento operário e a NOVA direção sindical que necessitamos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s