Homenagem a León Trotsky

NOSSO MESTRE ONTEM, HOJE E AMANHÃ.

por J. Santana

No dia 21 de agosto completou-se 80 anos do assassinato de Leon Trostsky. As múltiplas correntes políticas que reivindicam seu legado fizeram justas homenagem a este revolucionário que foi nosso grande mestre ao lado de grandes revolucionários como Karl Marx, Friederich Engels, Rosa Luxemburgo e Vladimir Lênin.

Em 1905, Trotsky participou ativamente da primeira revolução Russa. Teve tanto destaque nesta revolução que foi eleito presidente do soviete de Petrogrado. A revolução foi derrotada pelo regime Czarista. Trotsky foi o revolucionário que melhor compreendeu as lições desta revolução, fazendo uma brilhante análise em seu livro “Balanços e Perspectivas”, de 1906, livro este que traz pela primeira vez a tese da revolução permanente. A liderança na primeira revolução russa e a elaboração da teoria da revolução permanente já seriam o bastante para colocar Trotsky como um dos maiores revolucionários marxistas do século XX.

Mas a história reservou a Trotsky um palco maior. Liderou ombro a ombro com Lenin a maior revolução do século XX: a Revolução Russa de 1917. Foi também o criador e organizador do exército vermelho que derrotou dezenas de exércitos financiados pelas grandes potências mundiais para esmagar a revolução.

O isolamento da revolução Russa fez surgir no estado soviético uma casta de parasitas que tinha como objetivo histórico restaurar o capitalismo. Trotsky foi removido da direção do exército, foi expulso do Partido Comunista e da União Soviética. E, assim, começa a última e mais importante batalha da sua vida: manter viva a chama do pensamento marxista revolucionário.

Para destacar a importância desta última batalha, nada melhor do que a leitura da mensagem que saiu das próprias mãos de Trotsky:

“..Se a nossa geração se mostrou fraca para impor o socialismo na terra, pelo menos deixemos aos nossos filhos uma bandeira limpa. A luta que está ocorrendo ultrapassa em muito as pessoas, as frações, os partidos. É uma luta pelo futuro da raça humana. Será uma luta longa e difícil. Quem busca tranquilidade e conforto pode ficar longe de nós. Em tempos de reação, certamente, é mais confortável conviver com a burocracia do que investigar a verdade. Mas aqueles para quem o socialismo não é uma palavra vã, mas o objetivo de sua vida moral, vá em frente! Nem ameaças, nem perseguições, nem violência nos deterão. Pode ser sobre nossos ossos, mas a verdade prevalecerá. Vamos abrir o caminho. A verdade vencerá. Sob os golpes implacáveis ​​do destino, terei alegria, como nos grandes dias da minha juventude, se consegui contribuir para o triunfo da verdade. Pois a maior felicidade do homem não está no usufruto do presente, mas na preparação do futuro.”

LEON TROTSKY, “A era dos processos de Moscou”, Fevereiro de 1937.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s