Nós por nós: comunidade escolar se mobiliza contra o retorno às aulas presenciais na pandemia

Na tarde de 01/9, os militantes do GOI participaram de uma atividade organizada pela comunidade escolar do CEU Capão Redondo. Os ativistas realizaram colagens para alertar e mobilizar a população contra a proposta do governo Bruno Covas (PSDB) de retorno às aulas durante o pico da pandemia. Com frases como “salvar vidas é a lição mais importante” e “conteúdo se recupera, vidas não”, os cartazes espalhados pelo bairro do Capão Redondo, na periferia da zona sul de São Paulo, é parte de uma das iniciativas feitas pelo comitê de greve da EMEF José Saramago, organizado e impulsionado a partir das mobilizações que estão ocorrendo em diversas escolas em toda a capital paulista de profissionais da educação, pais, alunos e responsáveis, que entendem que a escola pública não possui recursos humanos e materiais para um retorno seguro de alunos e funcionários das escolas.

A proposta genocida do governo municipal, tal como do governo estadual de João Dória (também do PSDB), colocarão em risco a vida de trabalhadores, crianças, jovens e familiares, visto que o estado de São Paulo segue sendo o campeão de casos e mortes pela COVID-19 no Brasil. Através de reuniões online de mobilização, petições, formulários, colagens e panfletagens, os setores conscientes da Educação estão buscando, com suas próprias forças, barrar este retorno imprudente.

Sem o apoio dos sindicatos, a luta vem sendo feita pela base. No próximo sábado, 05/9, às 14h00, uma Plenária Online da Educação foi chamada pelo Comitê de Base de Representantes de Escolas (da base do Sinpeem, sindicado dos profissionais da educação municipal), que também está sendo impulsionada por comitês independentes e organizações de classe, que estão buscando ampliar a luta e o chamado à unidade em defesa da vida, contra o retorno, exigindo das lideranças sindicais que tomem esta tarefa para que a mobilização se intensifique e seja possível, inclusive, chamar uma greve sanitária conjunta da educação contra o retorno, além do boicote de pais, alunos e responsáveis. 

O GOI vem apoiando, participando e incentivando estas iniciativas de mobilização e organização feitas pela base. Já que os sindicatos não tomam esta tarefa, que façamos “nós por nós”!

Abaixo algumas fotos da colagem realizada no Capão Redondo:

Confira também outros artigos sobre a luta da Educação:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s