Tod@s aos atos Antifascistas deste domingo 7/6!

O GOI, desde o início da pandemia, tem defendido a necessidade de ações que organizem e mobilizem os trabalhadores e trabalhadoras diante da crise econômica e sanitária, para defender o direito ao home office, a medidas de proteção nos locais de trabalho, a redução de jornada, sem redução de salários ou quarentena total. Através da nossa panfletagem na Sercom, em Taboão da Serra, incentivamos a mobilização d@s trabalhador@s em defesa destes direitos, o que obrigou a empresa a tomar algumas medidas.

Sabemos que a maioria da classe trabalhadora não está em isolamento social devido a que os governos e os patrões não estão garantindo este direito à nossa classe, que segue se arriscando nos locais de trabalho, transportes públicos lotados e nos bairros periféricos para manter os lucros destes capitalistas. Neste momento, em que a propagação do vírus e as mortes atingem o pico, os governos estaduais e municipais, cedendo à chantagem feita por Bolsonaro e pelos patrões, estão liberando a quase totalidade das atividades econômicas, aumentando de forma irresponsável o risco de intensificação da pandemia.

Diante destes fatos e de que a luta de classes não entrou em quarentena, pois a burguesia segue atacando nossos direitos sociais e trabalhistas, nós vínhamos denunciando o imobilismo das direções da classe trabalhadora e a política da “esquerda em home office”.

As lutas independentes, organizadas por trabalhadores e trabalhadoras da saúde, telemarketing, entregadores de aplicativos e operários e operárias nas portas de fábrica, como também os atos dos moradores e moradoras de Paraisópolis e as manifestações dos antifas, que vinham ocorrendo já há algumas semanas, evidenciaram que nossa crítica e nossa política estavam corretas.

A revolta popular e multirracial que eclodiu nos Estados Unidos com o assassinato de George Floyd está impulsionando manifestações de trabalhadores e trabalhadoras e da juventude em vários países para reivindicar justiça para Floyd e outras vítimas da violência policial e do Estado burguês e lutar contra o racismo. Os atos nos EUA contagiam hoje a mobilização dos atos que estão sendo convocados no Brasil neste domingo, 07/06.

Entendemos que a pandemia não acabou, e que o isolamento social é cientificamente necessário para controlar a disseminação do coronavírus. No entanto, diante da realidade de que a maioria da nossa classe segue sendo exposta à pandemia, entendemos que é nosso dever sair imediatamente à luta contra os governos da burguesia, a começar pelo de Bolsonaro, que hoje são uma praga muito pior que o próprio Covid-19. Atacam os direitos da nossa classe, nos deixando morrer à mercê de salários indignos, de um auxílio emergencial que não atende as necessidades básicas da maioria da população, de milhões e milhões de desempregados com a crise econômica e sanitária, ameaçando as liberdades democráticas e avançando com seu projeto fascista.

Por tudo isso, consideramos que o ativismo e a militência são um “serviço essencial” e que somente nas ruas poderemos dar uma resposta para enfrentar os problemas da classe trabalhadora que está morrendo todos os dias. George Floyd e João Pedro não foram mortos pela Covid-19, mas pelo vírus do racismo!

Fazemos um chamado a tod@s ativitas que não se enquadram nos grupos de risco de saúde, que possam e queiram estar presentes nos atos de rua, a se integrarem com suas bandeiras a este processo de lutas, seguindo as orientações de segurança sanitária e de prevenção contra a repressão policial que estão sendo divulgadas pelos organizadores das manifestações.

Em defesa das liberdades democráticas!

Abaixo o racismo e toda forma de opressão!

Por Emprego, Salários Dignos, Direitos, Saúde, Moradia e Terra!

Fora Bolsonaro e Mourão!

Por um Governo da Classe Trabalhadora, sem patrões!

Nota do Grupo Operário Internacionalista – GOI (6/6/2020)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s