Jaraguá é Guarani. Fora Tenda! Não à reintegração!

Indígenas que vivem na comunidade Guarani Jaraguá, na zona norte de São Paulo, ocupam desde o dia 30 de Janeiro um terreno próximo à Terra Indígena Jaraguá, especulado pela Construtora Tenda, que pretende construir seu mais novo empreendimento do Minha Casa, Minha Vida.

A ocupação iniciou após a construtora ter derrubado cerca de 500 árvores de uma região de Mata Atlântica.

A Tenda Negócios Imobiliários, que tem como principais acionistas a AMBEV e o Itaú, fechou seu banco de terrenos em 2019 com VGV (Valor Geral de Vendas) de R$ 10,619 bilhões, valor 19,4% maior que no final de 2018. A Construtora, com a ajuda do governador de São Paulo, João Dória (PSDB), e o prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB) pretende tomar posse da área para construir até 11 torres de apartamentos a 200 metros de território indígena (T.I.), segundo notícia recente do coletivo de Jornalistas Livres.

No dia 10 de março a resistência dos guaranis e dos ativistas que foram em seu apoio conseguiu impedir a reintegração de posse com tropas do Batalhão de Choque, enviadas pelo governo e pela Justiça a pedido da Tenda.

“A Ocupação Yary Ty chega em fase crucial de resistência e sobrevivência, com a execução da ação de reintegração de posse, hostil e armamentada, contra um movimento de salva guarda da mãe natureza e do Nhanderekó Guarani (modo de vida e cultura)”, dizem os Guarani.

No início de Março, os povos indígenas que habitam aquela região e estão ocupando a área que será devastada pela Tenda convocaram a todos os ativistas e movimentos sociais para defender a Terra Indígena, que eles desejam transformar no Parque Ecológico Yary Ty.

Nós do GOI – Grupo Operário Internacionalista – nos solidarizamos com a luta e resistência do povo indígena Guarani em defesa de sua terra, contra a especulação imobiliária e sua sede pelo lucro que coloca em risco a preservação da natureza.

Nos somamos ao chamado feito pelo povo guarani para os partidos que falam em nome da classe trabalhadora, sindicatos e centrais sindicais se solidarizem e convoquem sua militância e a todos os trabalhadores para defender e resistir junto com os Guarani.

2 comentários em “Jaraguá é Guarani. Fora Tenda! Não à reintegração!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s