Tempos sombrios. Sobre o assassinato de Marielle Franco.

14 de março, São Paulo. Caos. Camaradas trabalhadoras e trabalhadores da Educação (e população) ferid@s, hospitalizad@s pela truculência da Guarda do Dória.

14 de março, Rio de Janeiro. A execução da vereadora Marielle Franco (PSOL/RJ) e do motorista Anderson Gomes.

As manifestações, que tomaram as ruas, avenidas e praças, foram a única forma de superar a dor e a indignação que sentimos, maiores que cada nós individualmente. A dor e a indignação ocuparam as ruas, avenidas e praças do Brasil e do mundo.

Uma semana atrás as ruas, avenidas e praças foram tomadas por uma multidão, principalmente feminina, no 8M, Dia Internacional de Luta da Mulher Trabalhadora. Contra os ataques aos direitos, contra o genocídio de noss@s jovens, contra a intervenção militar no Rio.

Tempos sombrios. Querem nos calar. Calar @s que protestam, resistem, lutam e se dedicam à construção de uma sociedade sem opressão, sem exploração.
Querem nos corromper…
Querem nos calar…
Querem nos matar…

Mas, isso é impossível!
O sangue de cada uma e cada um que tomba é o combustível que move cada uma e um de nós da classe trabalhadora em busca de um futuro com dignidade.

Capitalistas, fascistas, machistas, racistas, homofóbicos, exploradores, não passarão!

Esta corja de parasitas (patrões e governos com seus braços armados), assassinos, exploradores do povo pobre e trabalhador, será contida por nossa classe em luta por um futuro digno para nossas filhas e filhos, netas e netos. Um futuro Socialista sem opressão, morte e exploração.

Nenhuma confiança na burguesia, seu Estado, sua mídia. Nenhuma confiança na investigação ou punição aos culpados, dirigidas por eles! Pois eles são os responsáveis, tanto por estas, como por outras milhares de mortes.

Avante!
Sigamos de cabeça erguida em nossa luta. Não nos intimidemos.

Não vão nos calar!
Não vão nos impedir de construir o futuro Socialista da nossa classe, a Classe Trabalhadora!
Tirem as mãos das nossas e dos nossos!

Marielle, presente!
Anderson, presente!

Amarildo, Cláudia, Maria, Rosa, João, Luis, José, Ana, Antônio, Chico, Dorothy, Clodoaldo Barriga, Aurora.., que tombaram vítimas do Capitalismo, presentes!

Aos familiares e amig@s dest@s, nossos sentimentos, nossa solidariedade e nossa luta.

Tempos sombrios, motor de nossa História, em direção ao Socialismo.

Grupo Operário Internacionalista
16/3/2018

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s