#Bloqueios | Barrar o golpismo bolsonarista através da mobilização da classe trabalhadora

O GOI se soma ao chamado do MTST e de outras organizações para que as trabalhadoras, trabalhadores e o povo pobre vão às ruas para enfrentar e derrotar a escalada golpista do bolsonarismo, que através do bloqueio de estradas, pontes e avenidas tenta anular o resultado das eleições presidenciais que deram a vitória a Lula,…… Continuar lendo #Bloqueios | Barrar o golpismo bolsonarista através da mobilização da classe trabalhadora

O GOI chama a classe operária a votar em Lula para presidente

Intervenção de militantes do GOI durante piquete de distribuição do jornal na metalúrgica Cinpal, em Taboão da Serra/SP. https://youtu.be/dlgJTGmyVBM

Ocupar as fábricas contra as demissões. O exemplo que vem da Argentina.

Artigo publicado no jornal Palavra Operária nº 10 (abril-maio 2021) A indústria brasileira está sendo arrasada pela crise capitalista e pela política econômica de Guedes-Bolsonaro. Grandes corporações, como a FORD e a Sony, anunciam de um dia para o outro o fechamento de suas fábricas no país. A LG vai fechar sua fábrica em Taubaté…… Continuar lendo Ocupar as fábricas contra as demissões. O exemplo que vem da Argentina.

1° de Maio – Encontro Internacional de Trabalhador@s

O GOI – Grupo Operário Internacionalista, a CTR – Corrente de Trabalhador@s Revolucionári@s, da Argentina, e a União de Moradores, do Chile, realizarão um Encontro Internacional para reunir ativistas para a troca de experiências de luta, marcando o 1° de Maio como Dia Internacional de Luta da Classe Trabalhadora.

Pela base: profissionais da Educação municipal organizam ato contra o retorno às aulas presenciais

Na semana que o Estado de São Paulo passou de 900 mil infectados e mais de 32 mil mortes pela Covid-19, o prefeito da capital paulista, Bruno Covas (PSDB), anunciou na tarde de 17/9, a liberação de aulas presenciais nas universidades e a reabertura das escolas para atividades extracurriculares a partir de 7 de Outubro,…… Continuar lendo Pela base: profissionais da Educação municipal organizam ato contra o retorno às aulas presenciais